TST - AIRR - 462/2005-004-03-40


25/ago/2006

INDENIZAÇÃO SECURITÁRIA. CLÁUSULA COLETIVA. DIVERGÊNCIA JURISPRUDENCIAL. SÚMULA 337 DO TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO. 1. Os arestos transcritos nas razões do recurso denegado encontram-se irregulares, tendo em vista a falta de indicação da fonte de origem e de publicação, o que impede a aferição da alegada divergência jurisprudencial.

Tribunal TST
Processo AIRR - 462/2005-004-03-40
Fonte DJ - 25/08/2006
Tópicos indenização securitária, cláusula coletiva, divergência jurisprudencial.

Cadastre-se gratuitamente para acessar a íntegra deste acórdão  ›