TST - AIRR - 800239/2001


22/abr/2005

AGRAVO DE INSTRUMENTO. TURNO ININTERRUPTO DE REVEZAMENTO. ALEGAÇÕES NÃO COMPROVADAS. DESPROVIMENTO. O egr. Tribunal Regional entendeu que o reclamante não se desincumbiu do ônus de provar que trabalhava em turno ininterrupto de revezamento e que não gozava de intervalo para descanso e refeição. Assim, não pode ser provido o agravo de instrumento que tem por objetivo o processamento de recurso de revista, quando o que se pretende é o reexame do fato controvertido e da prova produzida, entendimento consagrado no Enunciado nº 126 do TST. Agravo a que se nega provimento.

Tribunal TST
Processo AIRR - 800239/2001
Fonte DJ - 22/04/2005
Tópicos agravo de instrumento, turno ininterrupto de revezamento, alegações não comprovadas.

Cadastre-se gratuitamente para acessar a íntegra deste acórdão  ›