TST - AIRR - 806089/2001


20/mai/2005

MOTORISTA. HORAS EXTRAS. TRABALHO EXTERNO. CONTROLE INDIRETO DE JORNADA. 1. Não se viabiliza o recurso de revista pautado em ofensa ao artigo 62, I, da CLT, quando o Regional, amparado no conjunto fático-probatório dos autos, conclui que o motorista tinha sua jornada de trabalho controlada por meio de anotação das horas de chegada e saída nos destinos, com posterior entrega desses registros ao departamento de pessoal, sendo fácil a constatação das horas trabalhadas. 2. Agravo de instrumento desprovido.

Tribunal TST
Processo AIRR - 806089/2001
Fonte DJ - 20/05/2005
Tópicos motorista, horas extras, trabalho externo.

Cadastre-se gratuitamente para acessar a íntegra deste acórdão  ›