TST - AIRR - 162/2005-040-03-40


15/set/2006

AGRAVO DE INSTRUMENTO DESPROVIDO HORAS EXTRAS - REGISTRO O Tribunal Regional concluiu serem inválidos como meios de prova os cartões de ponto manuais e eletrônicos trazidos aos autos pela Ré e, com amparo nas provas, declarou a existência de labor extraordinário, mantendo a sentença, que a condenara ao pagamento de horas extras e reflexos. Incide o óbice da Súmula nº 126/TST. Agravo de Instrumento a que se nega provimento.

Tribunal TST
Processo AIRR - 162/2005-040-03-40
Fonte DJ - 15/09/2006
Tópicos agravo de instrumento desprovido horas extras, registro o tribunal regional.

Cadastre-se gratuitamente para acessar a íntegra deste acórdão  ›