TST - AIRR - 106697/2003-900-04-00


29/set/2006

AGRAVO DE INSTRUMENTO EM RECURSO DE REVISTA. TESTEMUNHA. SUSPEIÇÃO. VALORAÇÃO. Ressalvado ponto de vista pessoal, por disciplina judiciária acata-se o entendimento assente nesta Corte, no sentido de que o fato de as testemunhas ouvidas estarem litigando contra o banco não as torna suspeitas, consoante entendimento sufragado pela Súmula nº 357 do TST. Divergência jurisprudencial inadequada, nos termos da Súmula nº 333 desta Superior Justiça Trabalhista. De outra parte, não pode a parte pretender suprir a sua omissão ao manejar o agravo, diante da preclusão, pois isso importaria em inovação recursal, com ampliação das razões do recurso de revista. Agravo conhecido e desprovido.

Tribunal TST
Processo AIRR - 106697/2003-900-04-00
Fonte DJ - 29/09/2006
Tópicos agravo de instrumento em recurso de revista, testemunha, suspeição.

Cadastre-se gratuitamente para acessar a íntegra deste acórdão  ›