TST - AIRR - 1057/2000-013-02-40


17/out/2008

AGRAVO DE INSTRUMENTO. RECURSO DE REVISTA. COMISSÕES SOBRE VENDAS DIRETAS AO GOVERNO SEM LICITAÇÃO. COMISSÕES SOBRE VENDAS AO GOVERNO FATURADAS APÓS A DEMISSÃO DO RECORRIDO. HONORÁRIOS PERICIAIS. Não há como assegurar trânsito à revista quando o agravo de instrumento manejado não desconstitui os fundamentos do despacho denegatório da admissibilidade do recurso. Agravo de instrumento conhecido e não-provido.

Tribunal TST
Processo AIRR - 1057/2000-013-02-40
Fonte DJ - 17/10/2008
Tópicos agravo de instrumento, recurso de revista, comissões sobre vendas diretas ao governo sem licitação.

Cadastre-se gratuitamente para acessar a íntegra deste acórdão  ›