TST - RR - 699497/2000


25/fev/2005

EMENTA: RECURSO DE REVISTA. APOSENTADORIA ESPONTÂNEA. EXTINÇÃO DO CONTRATO. CONTINUIDADE DA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS. DEPÓSITOS DO FGTS. INDENIZAÇÃO COMPENSATÓRIA DE 40%. DIVERGÊNCIA JURISPRUDENCIAL. ACÓRDÃO REGIONAL EM CONSONÂNCIA COM ITERATIVA, NOTÓRIA E ATUAL JURISPRUDÊNCIA DO TST. Não se admite o recurso de revista, calcado em divergência jurisprudencial, quando o acórdão regional adota entendimento em plena consonância com a Orientação Jurisprudencial n.º 177 da Colenda SBDI-I desta Corte, segundo a qual a aposentadoria espontânea extingue o contrato de trabalho, não sendo devida, por conseguinte, a indenização compensatória de 40% sobre os depósitos de FGTS relativos ao período anterior à jubilação. Incidência do óbice contido no artigo 896, parágrafo 4.º, da CLT. Recurso não conhecido.

Tribunal TST
Processo RR - 699497/2000
Fonte DJ - 25/02/2005
Tópicos ementa: recurso de revista, aposentadoria espontânea, extinção do contrato.

Cadastre-se gratuitamente para acessar a íntegra deste acórdão  ›