TST - ROAR - 126/2003-000-24-00


10/jun/2005

RECURSO ORDINÁRIO. AÇÃO RESCISÓRIA. DOCUMENTOS APRESENTADOS EM CÓPIA SEM AUTENTICAÇÃO. EXTINÇÃO DO FEITO. Hipótese em que a cópia da decisão rescindenda, da sua certidão de trânsito em julgado, bem como dos demais documentos juntados para comprovar a alegação de erro de fato, carecem da autenticação exigida pelo artigo 830 da CLT, inferindo-se daí a sua inexistência e, via de conseqüência, imprestabilidade para efeito de prova, cumprindo, todavia, ressaltar que, ao contrário do que ocorre com o agravo de instrumento (artigo 544 do CPC), não há previsão legal para que, em caso de declaração de autenticidade pelo próprio advogado, seja dispensada a formalidade exigida pelo art. 830 da CLT. Na fase recursal, não se há falar de concessão de prazo para a regularização processual, porque a etapa em que se pode proceder ao saneamento do feito já foi, há muito, superada. Cabe ao julgador, constatando o vício, argüir de ofício a extinção do processo, sem exame do mérito, por falta de pressuposto de constituição e desenvolvimento válido do feito, independente de impugnação por parte da Ré, nos termos do artigo 267, inciso IV, do CPC (OJ 84 da SBDI-2).

Tribunal TST
Processo ROAR - 126/2003-000-24-00
Fonte DJ - 10/06/2005
Tópicos recurso ordinário, ação rescisória, documentos apresentados em cópia sem autenticação.

Cadastre-se gratuitamente para acessar a íntegra deste acórdão  ›