TST - AIRR - 322/2002-900-03-00


23/set/2005

HORAS EXTRAS. CARACTERIZAÇÃO DE CARGO DE CONFIANÇA BANCÁRIO. APRECIAÇÃO DE PROVAS. Inviável o conhecimento de recurso de revista quando necessária a análise de provas para caracterizar-se, ou não, o cargo de confiança a que se refere o artigo 224, § 2º, da CLT. Pertinência da Súmula nº 102, I, do TST. Agravo a que se nega provimento.

Tribunal TST
Processo AIRR - 322/2002-900-03-00
Fonte DJ - 23/09/2005
Tópicos horas extras, caracterização de cargo de confiança bancário, apreciação de provas.

Cadastre-se gratuitamente para acessar a íntegra deste acórdão  ›