TST - AIRR - 79648/2003-900-02-00


24/out/2008

AGRAVO DE INSTRUMENTO. FÉRIAS NÃO GOZADAS. PAGAMENTO EM DOBRO. REEXAME DE FATOS E PROVAS. NÃO PROVIMENTO. 1. O egrégio Colegiado Regional, com respaldo no conjunto fático-probatório produzido nos autos, entendeu que o autor não gozou férias e, por conseguinte, deferiu o pagamento em dobro acrescido de um terço.

Tribunal TST
Processo AIRR - 79648/2003-900-02-00
Fonte DJ - 24/10/2008
Tópicos agravo de instrumento, férias não gozadas, pagamento em dobro.

Cadastre-se gratuitamente para acessar a íntegra deste acórdão  ›