TST - RR - 638/2005-018-02-00


31/out/2008

ACORDO JUDICIAL - NÃO-RECONHECIMENTO DE VÍNCULO DE EMPREGO OU DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS - INCIDÊNCIA DA CONTRIBUIÇÃO PREVIDENCIÁRIA SOBRE A TOTALIDADE DO VALOR ACORDADO - INTELIGÊNCIA DOS ARTIGOS 195, INCISO I, ALÍNEA "A", DA CONSTITUIÇÃO FEDERAL E 43, PARÁGRAFO ÚNICO, DA LEI 8.212/91. I Depreende-se da literalidade das normas dos artigos 195, I, "a", da Constituição Federal e 43, parágrafo único, da Lei nº 8.212/91, que a incidência da contribuição social tem como fato gerador os rendimentos do trabalho pagos ou creditados, a qualquer título, mesmo que sem vínculo empregatício, bem assim que a não-discriminação dos títulos nos acordos homologados pelo juízo condiciona a sua incidência sobre o valor total do pactuado. II Verifica-se do acórdão recorrido que a conciliação pôs fim à demanda na qual se buscava o reconhecimento e declaração da existência de vínculo de emprego, com o pagamento de todas as verbas decorrentes. III - Não obstante as considerações divisadas pelo Tribunal local, de que a natureza da relação jurídica havida entre as partes não fora objeto de decisão pelo Juízo de origem, extrai-se, objetivamente, a violação aos artigos 195, I, "a", da Constituição Federal e 43, parágrafo único, da Lei nº 8.212/91.

Tribunal TST
Processo RR - 638/2005-018-02-00
Fonte DJ - 31/10/2008
Tópicos acordo judicial, não-reconhecimento de vínculo de emprego ou de prestação de serviços, incidência da contribuição previdenciária sobre a totalidade do valor acordado.

Cadastre-se gratuitamente para acessar a íntegra deste acórdão  ›