TST - AIRR - 1229/2000-024-04-40


20/mai/2005

MORTE DE UM DOS REPRESENTANTES DA PARTE. PRAZOS. SUSPENSÃO DO PROCESSO. ARTIGO 265, INCISO I, DO CPC. INAPLICABILIDADE. 1. É correta a afirmativa - não implicando ofensa à literalidade do artigo 265, inciso I, do CPC - de que a morte de um dos advogados da parte, ainda no caso de ser aquele em nome do qual as notificações eram feitas, não tem o condão de suspender o processo e, por conseguinte, a contagem dos prazos recursais, quando o segundo causídico já havia participado no processo, tendo, inclusive, oferecido memorial constando razões finais da Reclamada.

Tribunal TST
Processo AIRR - 1229/2000-024-04-40
Fonte DJ - 20/05/2005
Tópicos morte de um dos representantes da parte, prazos, suspensão do processo.

Cadastre-se gratuitamente para acessar a íntegra deste acórdão  ›