Dicionário jurídico

Prisão

Revisão geral. Este material não sofreu novas alterações até esta data. (07/out/2017)
Revisão geral. Este material não sofreu novas alterações até esta data. (21/ago/2016)
Revisão geral. Este material não sofreu novas alterações até esta data. (19/ago/2013)
Publicado originalmente no DireitoNet. (02/jul/2012)
Processo Penal | 02/jul/2012

É o tolhimento do direito de ir e vir, através da privação da liberdade, consistente no recolhimento da pessoa humana ao cárcere. Nesse conceito, não se distingue a prisão provisória, ocorrida enquanto se aguarda o deslinde da instrução criminal, daquela resultante do cumprimento de pena. O Código Penal regula a prisão proveniente de condenação, prescrevendo sobre suas espécies, formas de cumprimento e regimes de abrigo do condenado, enquanto o Código de Processo Penal cuida da prisão cautelar e provisória, que se destinam a vigorar até o trânsito em julgado da decisão condenatória. São espécies de prisão processual cautelar: prisão temporária, em flagrante e preventiva.

Fundamentação:

Artigo 5º, incisos LXI, LXII, LXIII, LXIV e LXV, da Constituição Federal
Título IX do Código de Processo Penal
Lei nº 12.403/2011
Artigos 33 ao 42, 121, parágrafo 4º, 150, parágrafo 3º, 350, parágrafo único, inciso I, 354, todos do Código Penal

Temas relacionados:

Referências bibliográficas:

NUCCI, Guilherme de Souza. Manual de Processo Penal e Execução Penal. 8. ed. São Paulo: Editora Revista dos Tribunais, 2011.

Veja mais sobre Prisão no DireitoNet.

Imprimir

Receba novidades por e-mail

Crie sua conta no DireitoNet para receber gratuitamente o boletim com as principais novidades do mundo jurídico.

Criar minha conta gratuita
O Direito está em constante evolução. Não fique para trás.
Acompanhe as novidades que afetam seu dia-a-dia no estudo e na prática jurídica
Conheça o DireitoNet