TST - AIRR - 376/2005-066-03-40


29/set/2006

AGRAVO DE INSTRUMENTO. RECURSO DE REVISTA. TESTEMUNHA. SUSPEIÇÃO. O acórdão recorrido acolheu a contradita, não pelo fato de a testemunha mover ação contra o mesmo empregador, mas pela chamada troca de favores, ou seja, a testemunha depõe em favor do autor e o autor, em contrapartida, depõe em favor da testemunha. Dissenso não caracterizado. HORAS EXTRAS PROVA. SALÁRIO NÃO CONTABILIZADO. O recorrente, em relação aos temas, não apontou violação nem trouxe arestos capazes de dar impulso à revista (alínea a do artigo 896 da CLT). Agravo conhecido e não provido.

Tribunal TST
Processo AIRR - 376/2005-066-03-40
Fonte DJ - 29/09/2006
Tópicos agravo de instrumento, recurso de revista, testemunha.

Cadastre-se gratuitamente para acessar a íntegra deste acórdão  ›