Dicionário jurídico

Imposto

Revisão geral. Este material não sofreu novas alterações até esta data. (08/abr/2017)
Revisão geral. Este material não sofreu novas alterações até esta data. (18/nov/2015)
Revisão geral. Este material não sofreu alterações até esta data. (19/dez/2013)
Publicado originalmente no DireitoNet. (28/jun/2010)
Perguntas & Respostas (0)

Segundo o Código Tributário Nacional, "imposto é o tributo cuja obrigação tem por fato gerador uma situação independente de qualquer atividade estatal específica, relativa ao contribuinte" (artigo 16).

Assim, dizemos que o imposto é um tributo exigido pelo Estado em face de pessoa física e jurídica. A cobrança é feita de maneira coercitiva e não há contraprestação direta e determinada ao valor arrecadado, ou seja, é um tributo não vinculado. Normalmente, os fatos geradores dos impostos são: o patrimônio, a renda e o consumo.

Esta espécie tributária tem o objetivo de atender as despesas gerais do Estado (União, Estado, Distrito Federal e Município) e, por isso, é que só pode ser exigida pela pessoa jurídica de direito público interno com competência constitucional para a cobrança.

Os impostos discriminados pela Constituição Federal são chamados de impostos nominados e estão previstos nos artigos 153, 154 e 156. Há também os impostos passíveis de instituição somente pela União, na chamada competência residual, e levam o nome de impostos inominados, previstos no artigo 154, também da Magna Carta.

Fundamentação:

Artigos 62, parágrafo 2º; 145; 146; 147; 150; 153 a 160, todos da Constituição Federal
Artigos 5º, 9º, 16 a 76, 85, entre outros do Código Tributário Nacional

Temas relacionados:

Referências bibliográficas:

CASSONE, Vittorio. Direito Tributário. 13. ed. São Paulo: Atlas, 2001, p. 72.
Wikipédia, a enciclopédia livre. Disponível em: http://pt.wikipedia.org/wiki/Imposto. Acessado em: 26/06/2010.
http://www2.camara.gov.br/glossario/i.html. Acessado em: 26/06/2010.

Veja mais sobre Imposto no DireitoNet.

Imprimir  
Perguntas & Respostas (0)
Ainda não há nenhuma pergunta respondida sobre este conteúdo.
Envie sua pergunta

Nossa equipe está a sua disposição para complementar as informações contidas neste conteúdo. Confira abaixo as regras para envio de perguntas ao DireitoNet:

Antes de enviar uma pergunta, sugerimos que faça uma busca no DireitoNet já que muitas das respostas podem ser encontradas no site
Sua pergunta deve ser objetiva, relacionada ao conteúdo acima e relevante para os demais leitores do DireitoNet
Caso sua pergunta seja respondida, você será avisado por e-mail e sua pergunta será publicada nesta página de forma anônima
Perguntas sobre casos específicos ou que incluam qualquer tipo de identificação pessoal não serão respondidas. Se você procura consultoria jurídica, recomendamos que consulte um advogado
Fica a critério do DireitoNet avaliar a relevância da pergunta e oferecer uma resposta

Você deve ser assinante do DireitoNet para poder enviar uma pergunta. Faça já sua assinatura e tenha também acesso a todo o conteúdo do DireitoNet.

Faça sua assinatura

Receba novidades por e-mail

Crie sua conta no DireitoNet para receber gratuitamente o boletim com as principais novidades do mundo jurídico.

Criar minha conta gratuita
O Direito está em constante evolução. Não fique para trás.
Acompanhe as novidades que afetam seu dia-a-dia no estudo e na prática jurídica
Conheça o DireitoNet