Dicionário jurídico

Repristinação

Revisão geral. Este material não sofreu alterações até esta data. (06/ago/2017)
Revisão geral. Este material não sofreu alterações até esta data. (24/jul/2015)
Revisão geral. Este material está atualizado de acordo com a LINDB e não sofreu alterações até esta data. (23/jun/2013)
Publicado originalmente no DireitoNet. (31/ago/2009)
Direito Civil | 31/ago/2009

É o fenômeno jurídico pelo qual uma lei volta a vigorar após a revogação da lei que a revogou. No entanto, há entendimentos diversos sobre sua validade. Enquanto alguns doutrinadores sustentam que a lei revogada passa automaticamente a vigorar com a abolição da lei que a revogou, outros entendem que tal fenômeno é vedado em nosso ordenamento, em razão do art. 2º, § 3º, da LINDB. Desta forma, para que a lei anteriormente abolida se restaure, é necessário que o legislador expressamente a revigore.

Fundamentação:

Art. 2º, § 3º, da LINDB

Temas relacionados:

Referências bibliográficas:

PEREIRA, Caio Mário da Silva. Instituições de Direito Civil - Introdução ao Direito Civil. Teoria Geral de Direito Civil. 21ª ed., v. I, Rio de Janeiro: Editora Forense, 2005.

Veja mais sobre Repristinação no DireitoNet.

Imprimir
O Direito está em constante evolução. Não fique para trás.
Acompanhe as novidades que afetam seu dia-a-dia no estudo e na prática jurídica
Conheça o DireitoNet