Dicionário jurídico

Carteira de Trabalho e Previdência Social - CTPS

Revisão geral. Este material não sofreu alterações até esta data. (04/jun/2020)
Revisão geral. Esse material não sofreu alterações até esta data. (05/mar/2017)
Revisão geral. Este material não sofreu alterações até esta data. (18/abr/2014)
Publicado originalmente no DireitoNet. (25/fev/2013)
Perguntas & Respostas (4)

Trata-se do documento de identificação do trabalhador utilizado na sua contratação e como comprovação do vínculo de trabalho com o empregador e do tempo de serviço prestado a outras empresas, servindo como um atestado de antecedentes do obreiro. Além do número, série, data de emissão e folhas destinadas às anotações pertinentes ao contrato de trabalho e as de interesse da Previdência Social, a CTPS conterá fotografia, de frente, modelo 3x4; nome, filiação, data e lugar de nascimento e assinatura; nome, idade e estado civil dos dependentes; e número do documento de naturalização ou data da chegada ao Brasil, e demais elementos constantes da identidade de estrangeiro, quando for o caso (artigo 16 da CLT com redação da Lei nº 8.260/91). A Carteira de Trabalho e Previdência Social será fornecida mediante a apresentação de duas fotografias 3x4 e de qualquer documento oficial de identificação pessoal do interessado, no qual possam ser colhidos dados referentes ao nome completo, filiação, data e lugar de nascimento. As anotações que devem ser feitas na CTPS estão dispostas nos artigos 29 ao 34 da CLT. O prazo de prescrição para a anotação está previsto no inciso XXIX, do artigo 7º, da Constituição Federal.

Fundamentação:

Artigos 13 ao 56 da Consolidação das Leis do Trabalho

Temas relacionados:

Referências bibliográficas:

MARTINS, Sérgio Pinto. Direito do Trabalho. 28. ed. Atlas: São Paulo, 2012.

Veja mais sobre Carteira de Trabalho e Previdência Social - CTPS no DireitoNet.

Imprimir  
Perguntas & Respostas (4)
 
A CTPS pode ser emitida por meio eletrônico?

A Lei nº 13.874/19, chamada de Lei da Liberdade Econômica, promoveu alterações nas disposições relativas às anotações na Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS), que deverá ser emitida pelo Ministério da Economia preferencialmente em meio eletrônico, podendo, excepcionalmente, ser emitida em meio físico, desde que: "I - nas unidades descentralizadas do Ministério da Economia que forem habilitadas para a emissão; II - mediante convênio, por órgãos federais, estaduais e municipais da administração direta ou indireta; III - mediante convênio com serviços notariais e de registro, sem custos para a administração, garantidas as condições de segurança das informações” (artigo 15 da Lei nº 13.874/19, que alterou o artigo 14 da CLT).

Respondida em 07/01/2021
 
Como é feita a habilitação da Carteira de Trabalho Digital?

Segundo o artigo 4º da Portaria 1.065/19 da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, "para a habilitação da Carteira de Trabalho Digital é necessária a criação de uma conta de acesso por meio da página eletrônica: acesso.gov.br". A habilitação será realizada no primeiro acesso da conta, podendo ser feita por meio de: I - aplicativo específico, denominado Carteira de Trabalho Digital, disponibilizado gratuitamente para dispositivos móveis; ou II - serviço específico da Carteira de Trabalho Digital no sítio eletrônico www.gov.br.

Respondida em 07/01/2021
 
A Carteira de Trabalho Digital se equipara aos documentos de identificação civis?

A Carteira de Trabalho Digital é documento eletrônico que equivale à Carteira de Trabalho emitida em meio físico, no entanto, não se equipara aos documentos de identificação civis de que trata o artigo 2º da Lei n. 12.037/09 (artigo 2º, parágrafo único, da Portaria 1.065/19 da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia - DOU de 24.9.2019).

Respondida em 07/01/2021
 
Em que prazo o empregador deverá anotar na CTPS a data de admissão, a remuneração e as condições especiais do trabalhador que admitir?

A Lei nº 13.874/19, no artigo 15, alterou a redação do artigo 29 da CLT, dispondo que o “empregador terá o prazo de 5 (cinco) dias úteis para anotar na CTPS, em relação aos trabalhadores que admitir, a data de admissão, a remuneração e as condições especiais, se houver, facultada a adoção de sistema manual, mecânico ou eletrônico, conforme instruções a serem expedidas pelo Ministério da Economia”.

Respondida em 07/01/2021
Envie sua pergunta

Nossa equipe está a sua disposição para complementar as informações contidas neste conteúdo. Confira abaixo as regras para envio de perguntas ao DireitoNet:

Antes de enviar uma pergunta, sugerimos que faça uma busca no DireitoNet já que muitas das respostas podem ser encontradas no site
Sua pergunta deve ser objetiva, relacionada ao conteúdo acima e relevante para os demais leitores do DireitoNet
Caso sua pergunta seja respondida, você será avisado por e-mail e sua pergunta será publicada nesta página de forma anônima
Perguntas sobre casos específicos ou que incluam qualquer tipo de identificação pessoal não serão respondidas. Se você procura consultoria jurídica, recomendamos que consulte um advogado
Fica a critério do DireitoNet avaliar a relevância da pergunta e oferecer uma resposta

Você deve ser assinante do DireitoNet para poder enviar uma pergunta. Faça já sua assinatura e tenha também acesso a todo o conteúdo do DireitoNet.

Faça sua assinatura

Leia também

Resumos
Testes
Contratos
Guias de Estudo
Notícias
Petições

Receba novidades por e-mail

Crie sua conta no DireitoNet para receber gratuitamente o boletim com as principais novidades do mundo jurídico.

Criar minha conta gratuita
O Direito está em constante evolução. Não fique para trás.
Acompanhe as novidades que afetam seu dia-a-dia no estudo e na prática jurídica
Conheça o DireitoNet