Dicionário jurídico

Conexão

Revisão geral. Este material não sofreu novas alterações até esta data. (27/jul/2016)
Revisão geral. Este material não sofreu novas alterações até esta data. (07/out/2013)
Publicado originalmente no DireitoNet. (05/fev/2010)
Direito Penal | 05/fev/2010

A conexão é forma de fixação da competência jurisdicional e consiste no vínculo que se estabelece entre duas ou mais infrações penais, de onde decore a necessidade de se efetuar a reunião de processos para julgamento conjunto.

De acordo com o artigo 76, do Código de Processo Penal, "a competência será determinada pela conexão: I - se, ocorrendo duas ou mais infrações, houverem sido praticadas, ao mesmo tempo, por várias pessoas reunidas, ou por várias pessoas em concurso, embora diverso o tempo e o lugar, ou por várias pessoas, umas contra as outras;  II - se, no mesmo caso, houverem sido umas praticadas para facilitar ou ocultar as outras, ou para conseguir impunidade ou vantagem em relação a qualquer delas; III - quando a prova de uma infração ou de qualquer de suas circunstâncias elementares influir na prova de outra infração".

Fundamentação:

Artigo 52, inciso I, da Constituição Federal.
Artigos 108; 117, § 1º; ambos do Código Penal.
Artigos 69, inciso V; e 76 a 82, todos do Código de Processo Penal.

Temas relacionados:

Referências bibliográficas:

NUCCI, Guilherme de Souza. Manual de Direito Penal. 2ª ed. São Paulo: Editora Revista dos Tribunais, 2006.

Veja mais sobre Conexão no DireitoNet.

Imprimir
O Direito está em constante evolução. Não fique para trás.
Acompanhe as novidades que afetam seu dia-a-dia no estudo e na prática jurídica
Conheça o DireitoNet