Alimentos - Contestação

Alimentos - Contestação

Requerido alega que não tem condições de pagar os alimentos, pois encontra-se desempregado.

PRO
Assine o DN PRO por apenas R$ 24,90 por mês e acesse 7.430 documentos úteis para o seu dia a dia no escritório. Saiba mais

Contexto de uso

Esse modelo de contestação pode ser utilizado como defesa em ação de alimentos, demonstrando a frágil situação econômico-financeira do Réu, a fim de que os pedidos sejam julgados improcedentes.

Excelentíssimo Senhor Doutor Juiz de Direito da Vara de Família e Sucessões da Comarca de especificar

 (espaço de 05 linhas)

Autos do processo

(espaço de 05 linhas)

Nome completo do Réu, devidamente qualificado nos autos da AÇÃO DE ALIMENTOS que lhe move nome completo de seu filho, menor impúbere devidamente representado por sua genitora nome completo da genitora do menor, por meio de seu advogado signatário, vem, respeitosamente, perante Vossa Excelência, oferecer CONTESTAÇÃO, expondo e requerendo o que segue.

Dos Fatos

1 - O Réu foi demandando por nome completo de seu filho, para lhe pagar a quantia de três salários mínimos mensais a título de pensão alimentícia.

2 - Porém, em dia de mês de ano, o Requerido foi demitido de seu emprego, encontrando-se, desde então, desempregado. O valor que recebe a título de seguro desemprego é insuficiente para suprir suas necessidades básicas, tais como alimentação, medicamentos, aluguel e demais contas, fazendo com que ele não possa arcar com o valor pretendido pelo Requerente na inicial.

3 - Ademais, logo que separou-se da genitora do menor, o Contestante contraiu novas núpcias, da qual lhe adveio outro filho, nome completo do filho do Contestante, conforme comprova a certidão de nascimento em anexo (doc. 01). Sua atual esposa também encontra-se desempregada, sendo que o único sustento da família é o seguro desemprego do Réu, o qual, inclusive, está com os dias contados.

4 - Cumpre ressaltar, ainda, que a genitora do Requerente está empregada desde dia de mês de ano, percebendo um salário mensal no montante de R$ valor (valor expresso), sendo este mais do que suficiente para seu próprio sustento e para sustendo do filho em comum. 

5 - Assim sendo, por ora, torna-se extremamente difícil para o Requerido prestar ao Requerente o valor pretendido, bem como qualquer outro valor que venha a ser fixado por este douto juízo a título de alimentos, devido à sua frágil situação econômico-financeira.

Do Direito

O Código Civil, em seu artigo 1.694 e § 1º, dispõe que "podem os parentes, os cônjuges ou companheiros pedir uns aos outros os alimentos de que necessitem para viver de modo compatível com a sua condição social, inclusive para atender às necessidades de sua educação" e " os alimentos devem ser fixados na proporção das necessidades do reclamante e dos recursos da pessoa obrigada" (grifo nosso).

O mesmo dispositivo legal, em seu artigo 1.695, prevê que "são devidos os alimentos quando quem os pretende não tem bens suficientes, nem pode prover, pelo seu trabalho, à própria mantença, e aquele, de quem se reclamam, pode fornecê-los, sem desfalque do necessário ao seu sustento" (grifo nosso).

Por fim, o artigo 1.703, também do Código Civil, diz que "para manutenção dos filhos, os cônjuges separados judicialmente contribuirão na proporção de seus recursos" (grifo nosso).

Assim, tendo em vista que, antigamente, quando a genitora do Requerente estava desempregada e impossibilitada de prestar alimentos a este, o Requerido o fez, atualmente, esta que deve contribuir, pelo menos até que a situação financeira do Réu se restabeleça.

Neste sentido,citar doutrina e jurisprudência.

Do Pedido

Diante do exposto, requer de Vossa Excelência:

a) seja julgada improcedente o presente pedido, devido a condição financeira do Contestante;

b) seja concedido o benefício da gratuidade processual, nos termos do art. 98 do CPC, por ser o Requerido pobre na forma da lei;

c) seja remetido os autos para manifestação do representante do Ministério Público.

Protesta comprovar as alegações por meio dos documentos juntados à presente e oitiva das testemunhas abaixo arroladas.

Local, dia de mês de ano.

Assinatura do Advogado
Nome do Advogado
OAB/UFnúmero da inscrição na OAB

Rol de testemunhas

1-Nome completo e qualificação;

2-Nome completo e qualificação.

Este modelo está sujeito à atualizações constantes pelo DireitoNet e pode não refletir, necessariamente, o ordenamento jurídico mais recente. O uso deste material é de responsabilidade exclusiva do usuário. Consulte sempre um advogado.
Download
Baixe este modelo para editá-lo no editor de texto de sua preferência
Baixar modelo
Lista de leitura
Adicione este modelo à sua lista de itens para ler depois
Adicionar à lista
Alerta de atualizações
Receba alertas por email sempre que este modelo for atualizado
Ativar alerta

Perguntas & Respostas

Dúvidas comuns sobre este conteúdo

A obrigação de prestar alimentos transmite-se para os herdeiros?

A obrigação de prestar alimentos transmite-se para os herdeiros, de acordo com o artigo 1.700 do Código Civil. Entretanto, tal prestação não deve dispor de seus próprios bens para alimentar o alimentado pelo falecido, levando-se em conta que o dever de prestar alimentos cabe ao espólio.

Respondida em 04/10/2022
Há obrigatoriedade de pagamento de pensão alimentícia em caso de filho com 26 anos que já trabalha e não terminou a faculdade por vontade própria?

Em regra, a obrigação de pagamento de pensão alimentícia se encerra após a maioridade ou quando o filho possui condições de auto sustento.

Respondida em 09/06/2021
É possível a compensação ou repetição de alimentos?

Não, uma vez fixados os alimentos, incumbe ao genitor o cumprimento da obrigação e caso o pagamento ultrapasse o montante fixado, a verba será considerada paga por mera liberalidade.

Respondida em 09/04/2020
Existe obrigação alimentar fundada em parentesco por afinidade?

Não, o entendimento que prevalece é de que a obrigação alimentar decorre de lei, não podendo ampliar a pessoas por ela não contempladas.

Respondida em 09/04/2020
Envie sua pergunta

Modelos de Petições relacionados Exclusivo para assinantes

Agilize a elaboração de peças jurídicas

Resumos relacionados Exclusivo para assinantes

Mantenha-se atualizado com os resumos sobre este tema

Roteiros relacionados Exclusivo para assinantes

Visualize os caminhos que um processo segue na prática

Artigos relacionados

Leia mais artigos sobre o tema publicados no DN

Notícias relacionadas

Veja novidades e decisões judiciais sobre este tema

Testes relacionados Exclusivo para assinantes

Responda questões de múltipla escolha e veja o gabarito comentado

Guias de Estudo relacionados Exclusivo para assinantes

Organize seus estudos jurídicos e avalie seus conhecimentos

Principais tópicos

Economize tempo e aumente sua produtividade com o DN PRO Seja um assinante DN PRO e tenha acesso ilimitado a todo o conteúdo que agiliza seu processo de elaboração de peças e mantém você sempre atualizado sobre o mundo jurídico. 7.430 modelos e documentos essenciais para o seu dia a dia Atualizados regularmente por especialistas em Direito Ideal para advogados e profissionais da área jurídica Apenas R$ 24,90 por mês Veja vantagens em assinar