Dicionário jurídico

Anistia

Revisão geral. Este material não sofreu alterações até esta data. (08/ago/2017)
Revisão geral. Este material não sofreu alterações até esta data. (24/set/2015)
Revisão geral. Este material não sofreu novas alterações até esta data. (01/jul/2013)
Publicado originalmente no DireitoNet. (08/set/2009)
Processo Penal | 08/set/2009

A anistia é modo de extinção da punibilidade e consiste em medida de interesse coletivo, geralmente inspirada por considerações de ordem política e na necessidade de paz social. Ela é concedida pelo Conselho Nacional e extingue todos os efeitos penais decorrentes da prática do crime. A anistia própria é aquela concedida antes do trânsito em julgado da sentença, e a imprópria é a concedida posteriormente. Note-se ainda que a anistia tem efeito "ex tunc" sobre o crime, desconstituindo a própria coisa julgada, porém não impede a proposição da ação de reparação de dano. 


 

Fundamentação:

Arts. 5º, XLIII e 21, XVII da CF
Art. 107, II do CP
Arts. 187 a 193 da LEP (Lei nº 7.210/84)

Temas relacionados:

Referências bibliográficas:

MIRABETE, Julio Fabbrini. Execução Penal. 11ª ed. São Paulo: Editora Jurídico Atlas, 2004.

Veja mais sobre Anistia no DireitoNet.

Imprimir
O Direito está em constante evolução. Não fique para trás.
Acompanhe as novidades que afetam seu dia-a-dia no estudo e na prática jurídica
Conheça o DireitoNet