Dicionário jurídico

Penhor

Revisão geral. Este material não sofreu novas alterações até esta data. (26/mai/2016)
Atualizado de acordo com a Lei nº 12.873/2013. (28/out/2013)
Revisão geral. Este material não sofreu novas alterações até esta data. (01/jul/2013)
Publicado originalmente no DireitoNet. (08/set/2009)
Direito Civil | 08/set/2009

Consiste em garantia real que vincula uma coisa móvel ao pagamento de uma dívida. Não se confunde com a hipoteca, já que esta recai sobre bens imóveis. O penhor pode ser legal, quando estipulado por lei; ou convencional, quando fixado pelas partes. Além disso, é considerado contrato solene, já que o instrumento do penhor será registrado no Cartório de Títulos e Documentos. De acordo com o artigo 1.431, do Código Civil, "constitui-se o penhor pela transferência efetiva da posse que, em garantia do débito ao credor ou a quem o represente, faz o devedor, ou alguém por ele, de uma coisa móvel, suscetível de alienação".

Fundamentação:

Arts. 1.225, VIII e 1.419 a 1.472 do CC

Temas relacionados:

Referências bibliográficas:

GONÇALVES, Carlos Roberto. Direito Civil Brasileiro. v. V, São Paulo: Editora Saraiva, 2006.

Veja mais sobre Penhor no DireitoNet.

Imprimir
O Direito está em constante evolução. Não fique para trás.
Acompanhe as novidades que afetam seu dia-a-dia no estudo e na prática jurídica
Conheça o DireitoNet