Dicionário jurídico

Monitoramento eletrônico

Perguntas & Respostas (0)

Trata-se de um método de controle e observação aplicado em seres humanos, visando conhecer a sua exata localização, percurso e deslocamento, através de m sinalizador GPS. Atualmente, há quatro opções técnicas de monitoramento eletrônico: pulseira; tornozeleira; cinto; e microchip (implantado no corpo humano). A utilização pode ocorrer de maneira discreta, permitindo que o condenado cumpra a sua pena sem sofrer as influências do cárcere. Somente a autoridade judiciária (Juiz, Desembargador ou Ministro) pode determinar seja o executado submetido a monitoramento eletrônico, sendo cabével em duas hipóteses: a) em relação àqueles beneficiados com saídas temporárias no regime semiaberto; b) aos que se encontrarem em prisão domiciliar. A Lei nº 12.258/10 instituiu o monitoramento eletrônico no âmbito da execução penal, alterou os artigos 122 e 124, e incluiu os artigos 146-B a 146-D à Lei de Execução Penal. Além do mais, a Lei nº 12.403/2011 instituiu o monitoramento eletrônico como medida cautelar restritiva, conforme dispõe o artigo 319, IX, do CPP.

Fundamentação:

Lei nº 12.258/2010
Artigos 146-B, 146-C e 146-D da Lei de Execução Penal
Lei nº 12.403/2011

Temas relacionados:

Referências bibliográficas:

GRECO, Rogério. Monitoramento eletrônico.Disponível em: http://www.rogeriogreco.com.br/?p=1397. Acessado em: 02 de setembro de 2013.
MARCÃO, Renato. Execução penal (Coleção Saberes do Direito). São Paulo: Saraiva, 2012.

Veja mais sobre Monitoramento eletrônico no DireitoNet.

Imprimir  
Perguntas & Respostas (0)
Ainda não há nenhuma pergunta respondida sobre este conteúdo.
Envie sua pergunta

Nossa equipe está a sua disposição para complementar as informações contidas neste conteúdo. Confira abaixo as regras para envio de perguntas ao DireitoNet:

Antes de enviar uma pergunta, sugerimos que faça uma busca no DireitoNet já que muitas das respostas podem ser encontradas no site
Sua pergunta deve ser objetiva, relacionada ao conteúdo acima e relevante para os demais leitores do DireitoNet
Caso sua pergunta seja respondida, você será avisado por e-mail e sua pergunta será publicada nesta página de forma anônima
Perguntas sobre casos específicos ou que incluam qualquer tipo de identificação pessoal não serão respondidas. Se você procura consultoria jurídica, recomendamos que consulte um advogado
Fica a critério do DireitoNet avaliar a relevância da pergunta e oferecer uma resposta

Você deve ser assinante do DireitoNet para poder enviar uma pergunta. Faça já sua assinatura e tenha também acesso a todo o conteúdo do DireitoNet.

Faça sua assinatura
O Direito está em constante evolução. Não fique para trás.
Acompanhe as novidades que afetam seu dia-a-dia no estudo e na prática jurídica
Conheça o DireitoNet