Artigos

O desemprego no Brasil em tempos de pandemia

Análise acerca do desemprego no Brasil durante a pandemia do Covid-19.

O Brasil tem sido alvo de taxas de desemprego muito alto, ocasionados por diversos fatores, mas, sobretudo, pela desigualdade social que afeta algumas áreas do país e pela modernização nas maneiras de trabalhar, dispensando mão-de- obra e exigindo cada vez mais qualificações. 

Com isso, gerou-se uma condição de aparecimentos de trabalhos informais a qual vários brasileiros recorreram. 

A Pandemia tornou-se mais um agravante, pois requisitou um isolamento social, que impossibilitou a abertura de comércios e empresas sem clientes, pequenos destes não resistiram e fecharam –se as portas gerando ainda mais desempregos. 

Estudos feitos pelo IBGE mostram que é pelo trabalho informal que o instituto considera como trabalhador informal aqueles empregados para no setor privado sem carteira assinada, trabalhadores domésticos sem carteira assinada, trabalhadores por conta própria sem CNPJ e empregadores sem CNPJ, além de pessoas que ajudam seus próprios parentes que o mercado de trabalho tem se sustentado. 

Contudo isso, o trabalho informal dos entregadores de aplicativos ganhou destaque durante a pandemia por ter provido serviços a quem está em casa. 

Também é esperado que o trabalho informal aumente em grande proporção, mas que este siga o ritmo tecnológico que a pandemia acelerou, que o home office continue e que as oportunidades via tecnologia se aprimorem cada vez mais, sendo necessário mais qualificações para conseguir se inserir de modo formal no mercado de trabalho.

Imprimir
O Direito está em constante evolução. Não fique para trás.
Acompanhe as novidades que afetam seu dia-a-dia no estudo e na prática jurídica
Conheça o DireitoNet