Notícias

Empregados da EBC vão votar suspensão de greve para facilitar negociação no TST

Fonte: TST - Tribunal Superior do Trabalho

Representantes dos empregados da Empresa Brasil de Comunicação (EBC) votarão em assembleias proposta do vice-presidente do Tribunal Superior do Trabalho, ministro Emmanoel Pereira, para suspender a greve a partir de quinta-feira (23) até terça-feira (28). O objetivo é que haja condições para a Vice-Presidência construir junto aos trabalhadores, à EBC e à União sugestão de acordo coletivo de trabalho. A proposta de ACT será apresentada na próxima segunda-feira (27), e, na terça-feira (28), o texto passará por votação nas assembleias, com explicações sobre a motivação de cada ponto principal.

Durante reunião nesta terça-feira (21), o ministro ponderou a possiblidade de suspender a greve como uma forma de a Vice-Presidência conduzir, de maneira proativa, a busca por acordo referente à norma coletiva. Emmanoel Pereira lembrou que o TST tem experiência nas mediações e conciliações entre empresas e empregados nos dissídios coletivos, e mantém contato republicano com a Coordenação de Controle de Empresas Estatais (CEST), a fim de solucionar conflitos coletivos relativos às estatais. A Coordenação é subordinada ao Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, e os acordos coletivos precisam ter a sua concordância.

No fim do encontro com os representantes dos trabalhadores, Emmanoel Pereira reforçou sua disposição de procurar o governo, a empresa e os empregados para formar um acordo viável sobre as cláusulas econômicas e sociais. Nesse sentido, afirmou que a suspensão da greve cria condições para que o próprio vice-presidente dirija a negociação e evita o julgamento de pedido de liminar solicitado no dissídio coletivo da categoria, que já tramita no TST.

Processo: DCG-1000297-72.2017.5.00.0000.

Fonte: TST - Tribunal Superior do Trabalho

Imprimir
O Direito está em constante evolução. Não fique para trás.
Acompanhe as novidades que afetam seu dia-a-dia no estudo e na prática jurídica
Conheça o DireitoNet