Artigos

Governança fiscal e tributária

Análise acerca da necessidade das empresas terem uma governança fiscal e tributária, principalmente em relação as parametrizações fiscais de faturamento, bem como a necessidade de se ter uma assessoria apoiando.

Em nosso entendimento, o fator principal da governança fiscal e tributária consiste na implementação de boas práticas que auxiliam a gestão e a saúde financeira da empresa ou grupo empresarial.

A partir de um assessment focado em processos e procedimentos, efetuado por uma assessoria experiente, é possível reduzir grande parte do impacto que a carga tributária brasileira imprime no orçamento das empresas.

Conforme amplamente divulgado pelos órgãos de controle e análise de dados de impostos, em média, o preço de um determinado produto de consumo tem 60% de impostos, portanto qualquer erro da empresa em parametrizações fiscais pode levar a mesma a incorrer em recolhimentos de impostos a maior.

O trabalho da assessoria fiscal e tributária visa também acompanhar as mudanças legislativas, fator crucial para promover a acuracidade dos impostos apurados e recolhidos pelas empresas.

Lembrando que o Contador é responsável pela apuração e correta emissão de seus impostos, porém ele não tem responsabilidades pelo seu sistema de faturamento, ou seja, o cadastro de seus produtos vendidos é de sua inteira responsabilidade, claro que seu Contador estará apto a lhe ajudar. Sendo assim, contar com uma assessoria especializada é sempre a melhor opção.

Deste modo, o objetivo principal de quem desenvolve um trabalho desse porte é assegurar o cumprimento das obrigações acessórias, bem como promover a diminuição dos riscos fiscais que tanto minam a saúde financeira das empresas.

Imprimir
O Direito está em constante evolução. Não fique para trás.
Acompanhe as novidades que afetam seu dia-a-dia no estudo e na prática jurídica
Conheça o DireitoNet