Psicologia do depoimento no Tribunal do Júri

Psicologia do depoimento no Tribunal do Júri

As pessoas julgam, em sua ampla maioria, não só por suas emoções, mas, principalmente, por suas frustrações, medos, crenças, arrependimentos e todo tipo de patologia emocional que se possa imaginar.

Há uma tendência moderna de se reproduzir, no Plenário do Júri, os depoimentos gravados em audiência de instrução.

Entretanto, do ponto de vista da defesa, tal medida pode se mostrar muito contraproducente.

As contradições servem, justamente, para criar a dúvida. Do ponto de vista do Direito Penal, a dúvida é fator preponderante para o comportamento humano.

O júri é composto por um caldo emocional decorrente da junção de várias culturas postas juntas, com o escopo de decidir o destino de uma pessoa que, em tese, cometeu um fato definido como crime.

As pessoas julgam, em sua ampla maioria, não só por suas emoções, mas, principalmente, por suas frustrações, medos, crenças, arrependimentos e todo tipo de patologia emocional que se possa imaginar.

Em termos de Tribunal do Júri, é preciso que reprisemos, não estamos em terreno racional.

A situação ganha ainda mais relevo em casos que tratam de crimes passionais.

Da mesma forma que nos crimes passionais as emoções comandam a atitude do criminoso, no Tribunal do Júri as emoções comandam e conduzem o conselho de sentença.

São sete pessoas. Sete emoções que são arrebatadas e jogadas de um lado a outro por acusação e defesa.

Ao final, vencerá a tese que mais inflamar e insuflar a plateia julgadora.

Essa a realidade do Tribunal do Júri.

Amado ou odiado, o Tribunal do Júri jamais poderá ser ignorado.

Sobre o(a) autor(a)
Rodrigo Mendes Delgado
Advogado. Escritor. Palestrante. Parecerista. Especialista em Ciências Criminais pela UNAMA – Universidade do Amazonas/AM. Autor dos livros: O valor do dano moral – como chegar até ele. 3.ed. Leme: Editora JH Mizuno, 2011; Lei de...
Ver perfil completo
O conteúdo deste artigo é de responsabilidade do autor e não reflete, necessariamente, a opinião do DireitoNet. Permitida a reprodução total ou parcial, desde que citada a fonte. Consulte sempre um advogado.
Lista de leitura
Adicione este artigo à sua lista de itens para ler depois
Adicionar à lista

Resumos relacionados Exclusivo para assinantes

Mantenha-se atualizado com os resumos sobre este tema

Roteiros relacionados Exclusivo para assinantes

Visualize os caminhos que um processo segue na prática

Guias de Estudo relacionados Exclusivo para assinantes

Organize seus estudos jurídicos e avalie seus conhecimentos

Economize tempo e aumente sua produtividade com o DN PRO Seja um assinante DN PRO e tenha acesso ilimitado a todo o conteúdo que agiliza seu processo de elaboração de peças e mantém você sempre atualizado sobre o mundo jurídico. 7.430 modelos e documentos essenciais para o seu dia a dia Atualizados regularmente por especialistas em Direito Ideal para advogados e profissionais da área jurídica Apenas R$ 24,90 por mês Veja exemplos gratuitos