Perfil

Henrique Guimarães

Advogado (BA) especialista em direito civil e do consumidor, membro da Comissão de Defesa do Consumidor da OAB-BA, com atuação destacada nos ramos do Direito Imobiliário, Bancário, Empresarial, Financeiro, Família e de Saúde (planos), autor de diversos artigos, colunista do blog BahiaJá, além de diversas entrevistas à Rede Bahia, Rede Record, Rede Band, TVE, Jornal Tribuna da Bahia,Jornal Correio da Bahia, Jornal A Tarde, Rádio Metrópole, Rádio Nova Salvador, Rádio Sociedade, Rádio Cultura entre outras, mantendo blogs de caráter informativo aos consumidores em geral como o www.ObrasAtrasadas.com.br e o www.consumidorbahia.com.br. SIte Oficial www.henriqueguimaraes.com.br

contato@henriqueguimaraes.com.br

Henrique Guimarães

Advogado (BA) especialista em direito civil e do consumidor, membro da Comissão de Defesa do Consumidor da OAB-BA, com atuação destacada nos ramos do Direito Imobiliário, Bancário, Empresarial, Financeiro, Família e de Saúde (planos), autor de diversos artigos, colunista do blog BahiaJá, além de diversas entrevistas à Rede Bahia, Rede Record, Rede Band, TVE, Jornal Tribuna da Bahia,Jornal Correio da Bahia, Jornal A Tarde, Rádio Metrópole, Rádio Nova Salvador, Rádio Sociedade, Rádio Cultura entre outras, mantendo blogs de caráter informativo aos consumidores em geral como o www.ObrasAtrasadas.com.br e o www.consumidorbahia.com.br. SIte Oficial www.henriqueguimaraes.com.br

contato@henriqueguimaraes.com.br

Artigos publicados (5)

O comércio, a indústria e os serviços logo perceberam que era muito mais cômodo terceirizar o setor de cobranças, entregando a instituições especializadas, evitando transtornos, desgastes e até despesas.
06/09/2012|Consumidor| Favorito
Não obstante ser alvo de muita polêmica, historicamente os bancos sempre cobraram, e ainda cobram, patamares elevadíssimos de juros nas suas mais variadas operações de créditos.
09/08/2012|Consumidor| Favorito
Muito comum atualmente são as ações de indenização por danos morais em face de inscrições indevidas. A inscrição do nome do consumidor em órgão de restrição ao crédito, quando injustificada ou feita sem o requisito da comunicação prévia, enseja sim o direito do consumidor à indenização.
24/07/2012|Consumidor| Favorito
As construtoras colocam nos contratos as chamadas cláusulas de tolerância, que inicialmente eram de 90 dias, passaram para 120 e hoje a maioria já trabalha com 180 dias. Cabe a pergunta: é legal esta cláusula, à luz do direito do consumidor?
13/06/2011|Civil| Favorito
Transtornos variados, frustração e prejuízos são o resultado dos atrasos das obras. O que diz o Direito do Consumidor a cerca de problemas como esse?
31/03/2011|Consumidor| Favorito