Notícias

Senado conclui processo de exoneração de parentes de servidores e parlamentares

Direito Administrativo | 24/out/2008

Fonte: Agência Brasil

O diretor-geral do Senado, Agaciel Maia, informou que foi concluído na quinta-feira, 23 de outubro, o processo de exonerações de parentes de servidores e de parlamentares que ocupavam cargos de confiança na Casa. Com as exonerações realizadas hoje, 86 parentes saíram da folha de pagamentos do Senado por determinação do Supremo Tribunal Federal (STF) que proibiu o nepotismo no Executivo, no Legislativo e no Judiciário.

Oito servidores concursados que detinham cargos de confiança como diretores e chefes de gabinetes abriram mão das funções para preservarem os parentes que prestam serviço na Casa.

Agaciel Maia, que integra a comissão designada pelo presidente Garibaldi Alves Filho (PMDB-RN) para analisar os casos de nepotismo, informou que a partir de agora todos os servidores contratados para exercer funções de confiança - sem concurso público - terão que assinar um documento declarando que não têm parentesco com senadores ou servidores do Senado.

Hoje foram exonerados nove servidores, entre eles a filha do ministro do Tribunal de Contas da União (TCU) e ex-senador Guilherme Palmeira.

No boletim administrativo da Secretaria de Recursos Humanos também está a exoneração de Regina Célia Carreiro da Silva, sobrinha do ministro do TCU Raimundo Carreiro.

Fonte: Agência Brasil

Imprimir
O Direito está em constante evolução. Não fique para trás.
Acompanhe as novidades que afetam seu dia-a-dia no estudo e na prática jurídica
Conheça o DireitoNet