Notícias

Ambev não indenizará revendedora por rescisão de contrato

Direito Trabalhista | 31/out/2006

Fonte: STJ - Superior Tribunal de Justiça

A Companhia de Bebidas das Américas – Ambev não terá de indenizar a Revendedora de Bebidas Entre Rios Ltda. e Transportadora H.O Ltda., por supostos prejuízos decorrentes da rescisão unilateral de contrato de revenda e distribuição de bebidas que mantinham. A decisão é da Terceira Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) que acolheu o recurso proposto pela Ambev contra decisão do Tribunal de Justiça de São Paulo.

O Tribunal de Justiça confirmou sentença que julgou parcialmente procedente o pedido de indenização, reformando tão-somente o valor da indenização, fixando-a ao equivalente ao seu lucro líquido nos 12 meses antes do último semestre de vigência do contrato.

Inconformada, a Ambev recorreu sustentando que o dever de indenizar só se configura quando há ato ilícito, extracontratualmente, ou, quando, existente contrato, houver descumprimento. Ponderou, ainda, que a própria decisão reconheceu, de forma expressa, que nenhum ato ilícito foi praticado por ela, e que cumpriu fielmente o contrato, portanto, não poderia ser condenada a prestar indenização.

Ao acolher a pretensão da Ambev, o relator, ministro Castro Filho, destacou que o STJ já decidiu que, se o contrato atingiu seu termo final, a falta de interesse em renovar contrato de distribuição de bebidas não constitui ato ilícito, gerador do dever de indenizar.

Fonte: STJ - Superior Tribunal de Justiça

Imprimir
O Direito está em constante evolução. Não fique para trás.
Acompanhe as novidades que afetam seu dia-a-dia no estudo e na prática jurídica
Conheça o DireitoNet