Notícias

Polícia Federal lança sistema mundial de combate ao crime

Direito Penal | 17/jul/2003

Fonte: Ministério da Justiça

O Departamento de Polícia Federal (DPF) lança hoje o novo Sistema Mundial de Comunicação Permanente I 24/7 que reunirá policiais de vários países no combate ao crime e ao terrorismo. O sistema vai controlar a movimentação de foragidos internacionais, veículos roubados, cartões de crédito e passaportes falsos, entre outras operações integradas. A apresentação acontecerá no Edifício-Sede DPF, às 15h.

A equipe de informática e a Divisão da Interpol da Polícia Federal trabalham juntas para disponibilizar ainda, através do programa, cursos interativos on-line, vídeo-conferências e operações que, no futuro, reunirão as polícias de 200 países na produção de conhecimento e repressão ao crime organizado. O Brasil foi um dos primeiros a se conectar. Atualmente, o projeto já integra 66 forças policiais de diferentes nações, nos quatro continentes.

Usando acessos via internet, em rede virtual privada de alta segurança, protegida por dispositivos criptográficos de última geração, o policial federal cadastrado, em qualquer terminal de computador (nas fronteiras, aeroportos e Delegacias Federais) poderá checar os dados de um carro ou pessoa suspeita, bem como verificar a autenticidade de seus documentos. A comparação de digitais, para retirar a dúvida sobre a identidade do investigado, será feita, na hora, através do sistema AFIS, dentro da mesma plataforma. O programa compara a impressão digital do suspeito com as disponíveis em banco de dados de vários países.

Representantes do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) e do Ministério da Justiça participarão da solenidade de apresentação, no Edifício-Sede da Polícia Federal, no Setor de Autarquias Sul, para conhecer as facilidades do sistema no controle de carros roubados e migração/tráfego de pessoas.

Fonte: Ministério da Justiça

Imprimir
O Direito está em constante evolução. Não fique para trás.
Acompanhe as novidades que afetam seu dia-a-dia no estudo e na prática jurídica
Conheça o DireitoNet