Notícias

INSS e Banco do Brasil fazem convênio

Fonte: AgPREV - Agência de Notícias da Previdência Social

Qualquer funcionário do Banco do Brasil vai poder requerer sua aposentadoria ou pensão em doze Agências da Previdência Social, dentro de 60 dias, já que um novo convênio foi assinado pelo prazo de cinco anos entre o INSS e o Banco do Brasil, com interveniência do fundo de pensão do banco (Previ). A habilitação dos benefícios será na unidade da Previ em Brasília.

As agências aptas a avaliar os processos estão localizadas no Distrito Federal (DF), Belo Horizonte (MG), Rio de Janeiro-Centro (RJ), Porto Alegre (RS), São Paulo-Centro (SP), Salvador (BA), Fortaleza (CE), Recife (PE), Curitiba (PR), Florianópolis (SC), Belém (PA) e Campo Grande (MS).

Segundo informou à AgPREV o diretor de Benefícios do INSS, Benedito Adalberto Brunca, o novo convênio com o Banco do Brasil representa uma evolução marcante no atendimento porque o Instituto, além de conceder e manter os benefícios para o empregador, permite aos funcionários solicitar suas aposentadorias ou pensões em qualquer unidade do INSS.

A unidade da Previ em Brasília fará o envio das informações do funcionário que solicita a aposentadoria ou a pensão para uma das doze gerências. Em seguida, se preferir, o funcionário poderá transferir o pagamento do benefício para uma localidade mais próxima de sua residência. No novo convênio, afirmou Brunca, deixou de existir ainda a vedação para que os empregados só encaminhassem seus pedidos de aposentadoria ou pensão por intermédio do banco. "Isso facilitará, também, o processo de pagamento da complementação das aposentadorias, feitas pelo fundo de pensão do banco, a Previ", disse ele. Hoje já recebem complementação de aposentadoria cerca de 68 mil funcionários do banco.

Fonte: AgPREV - Agência de Notícias da Previdência Social

Imprimir
O Direito está em constante evolução. Não fique para trás.
Acompanhe as novidades que afetam seu dia-a-dia no estudo e na prática jurídica
Conheça o DireitoNet