Dicionário jurídico

Fungibilidade

Revisão geral. Este material não sofreu novas alterações até esta data. (20/fev/2015)
Revisão geral. Esta material não sofreu novas alterações até esta data. (03/nov/2014)
Revisão geral. Este material está atualizado de acordo com o CC e não sofreu alterações até esta data. (13/ago/2013)
Publicado originalmente no DireitoNet. (06/nov/2009)
Direito Civil | 06/nov/2009

Fungibilidade é a qualidade de ser o bem fungível, ou seja, a possibilidade de ser gasto ou consumido após o uso. São bens fungíveis aqueles que permitem sua substituição por outro do mesmo gênero, quantidade e qualidade, e infungíveis aqueles que não admitem tal substituição por ser considerado em seu todo um bem individual. A fungibilidade é qualidade do objeto em si e, em regra, é própria dos móveis, que por vezes também serão infungíveis, dependendo do caso concreto. Já os imóveis serão sempre infungíveis, embora haja doutrinadores que assumam posição contrária.

Fundamentação:

Arts. 85, 86, 307, parágrafo único, 565, 592, III e 1.361 do CC
Art. 1.102-A do CPC

Temas relacionados:

Referências bibliográficas:

VENOSA, Sílvio de Salvo. Direito Civil - Parte Geral. 4ª ed. São Paulo: Editora Atlas, 2004.

Veja mais sobre Fungibilidade no DireitoNet.

Imprimir
O Direito está em constante evolução. Não fique para trás.
Acompanhe as novidades que afetam seu dia-a-dia no estudo e na prática jurídica
Conheça o DireitoNet