TST - A-AIRR - 2104/1999-020-01-40


05/dez/2008

AGRAVO. DECISÃO MONOCRÁTICA. IRREGULARIDADE DE REPRESENTAÇÃO. Evidenciado que, na procuração do agravante, constam a identificação e a qualificação do subscritor, não se há falar em defeito de representação, devendo ser superado o óbice de inadmissibilidade do recurso, passando-se ao seu conhecimento. Agravo provido.

Tribunal TST
Processo A-AIRR - 2104/1999-020-01-40
Fonte DJ - 05/12/2008
Tópicos agravo, decisão monocrática, irregularidade de representação.

Cadastre-se gratuitamente para acessar a íntegra deste acórdão  ›