TST - AIRR - 985/2002-096-15-40


29/fev/2008

AGRAVO DE INSTRUMENTO. RECURSO DE REVISTA. AGRAVO SUBSCRITO POR ADVOGADO SEM PODERES DE REPRESENTAÇÃO NOS AUTOS. Não há como se verificar a validade dos poderes substabelecidos ao advogado subscritor do agravo de instrumento, pois não foi trasladado o mandato outorgado às substabelecentes, inviabilizando a admissibilidade do recurso. No presente caso, também não ficou configurado o mandato tácito. Agravo de instrumento não conhecido.

Tribunal TST
Processo AIRR - 985/2002-096-15-40
Fonte DJ - 29/02/2008
Tópicos agravo de instrumento, recurso de revista, agravo subscrito por advogado sem poderes de representação nos autos.

Cadastre-se gratuitamente para acessar a íntegra deste acórdão  ›