TST - RR - 661/2005-037-02-00


31/out/2008

RECURSO DE REVISTA. RESPONSABILIDADE SUBSIDIÁRIA. CONCESSÃO DE SERVIÇO PÚBLICO. EMPRESA GESTORA. A reclamada SPTrans - é mera gestora dos serviços gerais de transportes públicos na cidade de São Paulo e, como tal, limita-se a assegurar, fiscalizar e exigir a prestação de serviços de transporte à população por parte das contratadas, entre as quais se inclui o Consórcio Trolebus Aricanduva - empresa condenada ao pagamento das verbas trabalhistas. Resulta daí que a SPTRANS não é tomadora dos serviços, não havendo como lhe imputar culpa in vigilando ou in eligendo, nem condenação subsidiária, ante a ausência de obrigação da recorrente para com os empregados da empresa concessionária do serviço público. Recurso de revista conhecido e provido.

Tribunal TST
Processo RR - 661/2005-037-02-00
Fonte DJ - 31/10/2008
Tópicos recurso de revista, responsabilidade subsidiária, concessão de serviço público.

Cadastre-se gratuitamente para acessar a íntegra deste acórdão  ›