TST - RR - 207/2006-226-01-00


31/out/2008

RECURSO DE REVISTA. DESERÇÃO QUE SE DECRETA DE OFÍCIO. É ônus da parte recorrente efetuar o depósito legal, integralmente, em relação a cada novo recurso interposto, sob pena de deserção . Atingido o valor da condenação, nenhum depósito mais é exigido para qualquer recurso (Súmula n.º 128, I, desta Corte superior). Recurso de revista de que não se conhece.

Tribunal TST
Processo RR - 207/2006-226-01-00
Fonte DJ - 31/10/2008
Tópicos recurso de revista, deserção que se decreta de ofício, é ônus da parte.

Cadastre-se gratuitamente para acessar a íntegra deste acórdão  ›