TST - AIRR - 2068/2005-079-15-40


07/nov/2008

AGRAVO DE INSTRUMENTO LITIGÂNCIA DE MÁ-FÉ HORAS EXTRAS - NÃO-E N FRENTAMENTO DO ÓBICE DA DECISÃO AGR A VADA (SÚMULA 126 DO TST) DESFUNDAMENTAÇÃO DO APELO - S Ú MULA 422 DESTA CORTE SUPERIOR. 1. Consoante o disposto na Súmula 422 do TST, não se conhece de recurso para esta Corte, pela ausência do requisito de admissibilidade inscrito no art. 514, II, do CPC, quando as razões do recorrente não impugnam os fundamentos da decisão recorrida, nos termos em que fora proposta. 2. Por outro lado, a razão teleológica do agravo de instrumento é a demonstração da viabilidade do recurso trancado e da improcedência dos óbices levantados pelo despacho-agravado.

Tribunal TST
Processo AIRR - 2068/2005-079-15-40
Fonte DJ - 07/11/2008
Tópicos agravo de instrumento litigância de má-fé horas extras, não-e n frentamento do óbice da decisão agr a vada, s ú mula 422 desta corte superior.

Cadastre-se gratuitamente para acessar a íntegra deste acórdão  ›