TST - AIRR - 788/2006-023-03-40


17/out/2008

AGRAVO DE INSTRUMENTO EM RECURSO DE REVISTA. EMPREGADO BANCÁRIO. HORAS EXTRAS. GERENTE GERAL DE AGÊNCIA. CONFISSÃO. PREVALÊNCIA DESTA PROVA EM DETRIMENTO DA OITIVA DE TESTEMUNHAS. Decisão de Tribunal Regional do Trabalho reformando a sentença para excluir da condenação o pagamento de horas extras à reclamante, empregada bancária. Hipótese em que a decisão do TRT alicerçou-se no fato de que a reclamante confessara que era a autoridade máxima da agência. Manutenção dessa decisão com apoio na Súmula 287 do TST. Impossibilidade de processamento do recurso de revista.

Tribunal TST
Processo AIRR - 788/2006-023-03-40
Fonte DJ - 17/10/2008
Tópicos agravo de instrumento em recurso de revista, empregado bancário, horas extras.

Cadastre-se gratuitamente para acessar a íntegra deste acórdão  ›