TST - RR - 672641/2000


17/out/2008

HORAS EXTRAS. INTERVALO INTRAJORNADA. VALORAÇÃO DO DEPOIMENTO PESSOAL DO RECLAMANTE. MÁXIMAS DE EXPERIÊNCIA. Na apreciação do conjunto probatório, o julgador, percebendo não serem críveis as assertivas da parte e não as acolhendo, pode firmar-se no princípio da livre convicção motivada para estabelecer a verdade processual. Recurso de revista não conhecido.

Tribunal TST
Processo RR - 672641/2000
Fonte DJ - 17/10/2008
Tópicos horas extras, intervalo intrajornada, valoração do depoimento pessoal do reclamante.

Cadastre-se gratuitamente para acessar a íntegra deste acórdão  ›