TST - A-AIRR - 742/2006-012-16-40


17/out/2008

AGRAVO. DECISÃO MONOCRÁTICA. AUSÊNCIA DE ASSINATURA DO REPRESENTANTE LEGAL DA PARTE NA PETIÇÃO DE APRESENTAÇÃO E NAS RAZÕES DO AGRAVO DE INSTRUMENTO. É inviável a reforma da decisão monocrática, se a parte não demonstra o seu desacerto. Agravo a que se nega provimento.

Tribunal TST
Processo A-AIRR - 742/2006-012-16-40
Fonte DJ - 17/10/2008
Tópicos agravo, decisão monocrática, ausência de assinatura do representante legal da parte na petição.

Cadastre-se gratuitamente para acessar a íntegra deste acórdão  ›