STJ - REsp 625824 / RS RECURSO ESPECIAL 2004/0014861-5


29/set/2008

PENAL. PROCESSO PENAL. RECURSO ESPECIAL. ESTUPRO. MODALIDADE
SIMPLES. CRIME HEDIONDO. CUMPRIMENTO INTEGRAL DA PENA NO REGIME
FECHADO. IMPOSSIBILIDADE. PROGRESSÃO DE PENA. CONSTITUCIONALIDADE.
Para o conhecimento do recurso especial pela alínea "c" do
permissivo constitucional, é necessário a observância, pelo
recorrente, do art. 255 e parágrafos do RISTJ e do parágrafo único
do art. 541 do CPC, o que inocorreu, in casu.
Os delitos de atentado violento ao pudor e estupro, ainda que
cometidos em sua forma simples, são considerados crimes hediondos.
Precedentes do STF e desta Corte.
Tendo sido recepcionado pela Constituição da República o sistema
progressivo de cumprimento de pena, constante do Código Penal e da
Lei de Execução Penal, negá-lo ao condenado por crime hediondo gera
descabida afronta aos princípios da humanidade das penas e da sua
individualização.
Recurso a que se nega provimento.

Tribunal STJ
Processo REsp 625824 / RS RECURSO ESPECIAL 2004/0014861-5
Fonte DJe 29/09/2008
Tópicos penal, processo penal, recurso especial.

Cadastre-se gratuitamente para acessar a íntegra deste acórdão  ›