TST - AIRR - 1711/2005-009-15-40


26/set/2008

AGRAVO DE INSTRUMENTO EM RECURSO DE REVISTA. SUSPEIÇÃO DE TESTEMUNHA. CARACTERIZAÇÃO DE TROCA DE FAVORES ENTRE TESTEMUNHA E RECLAMANTE. Reconhecida pelo Tribunal Regional a suspeição da testemunha, não se tem por violado o art. 5.º, LV, da CF, uma vez que o referido dispositivo nada dispõe sobre suspeição de testemunha nem mesmo acerca de troca de favores, não se vislumbrando, assim, a forma preconizada no art. 896, alínea c , da CLT.

Tribunal TST
Processo AIRR - 1711/2005-009-15-40
Fonte DJ - 26/09/2008
Tópicos agravo de instrumento em recurso de revista, suspeição de testemunha, caracterização de troca de favores entre testemunha e reclamante.

Cadastre-se gratuitamente para acessar a íntegra deste acórdão  ›