TST - RR - 456/2005-006-05-00


07/mar/2008

PREPOSTO. CONDIÇÃO DE SER EMPREGADO. REVELIA E CONFISSÃO. Nos termos da Súmula 377 do TST, a presença de pessoa na audiência inaugural dizendo-se preposta mas não sendo empregada do preponente não se traduz no comparecimento da Reclamada, reputando-a, portanto, revel e confessa quanto à matéria de fato. Recurso de Revista conhecido e provido.

Tribunal TST
Processo RR - 456/2005-006-05-00
Fonte DJ - 07/03/2008
Tópicos preposto, condição de ser empregado, revelia e confissão.

Cadastre-se gratuitamente para acessar a íntegra deste acórdão  ›