TST - RODC - 40765/2002-900-09-00


11/jun/2004

DISSÍDIO COLETIVO CORREÇÃO SALARIAL. É inegável que a política econômica do Governo tem-se orientado para a desindexação da economia, o que não significa, como é óbvio, manterem-se os patamares salariais, independentemente dos índices da inflação. O objetivo de se evitar a majoração automática de preços e salários, e vice-versa, tem sido perseguido pela política econômica do Governo. Ressalve-se, todavia, que as forças da produção mantêm o valor econômico dos seus ativos, e, principalmente, a capacidade de reposição dos estogues, mediante a atualização dos preços dos seus produtos e serviços, com base na variação dos custos dos insumos. O próprio Governo avalia e elimina os efeitos danosos da inflação sobre os bens e serviços cujos preços são por ele administrados.

Tribunal TST
Processo RODC - 40765/2002-900-09-00
Fonte DJ - 11/06/2004
Tópicos dissídio coletivo correção salarial, é inegável que a.

Cadastre-se gratuitamente para acessar a íntegra deste acórdão  ›