TST - RR - 650980/2000


11/jun/2004

HORAS EXTRAS. CONTROLE DE JORNADA DE TRABALHO. MOTORISTA. Não demonstrado pelo reclamante que a atividade externa que desenvolveu se submetia à fiscalização e ao controle de duração de jornada, é aplicável a exceção prevista no art. 62, inc. I, da CLT, conforme consignado no acórdão regional. Violação de lei não configurada tampouco caracterizado o dissenso interpretativo. Recurso de Revista de que não se conhece.

Tribunal TST
Processo RR - 650980/2000
Fonte DJ - 11/06/2004
Tópicos horas extras, controle de jornada de trabalho, motorista.

Cadastre-se gratuitamente para acessar a íntegra deste acórdão  ›