TST - AIRR - 1178/1995-033-01-40


18/jun/2004

HORAS EXTRAS. CONTEXTO FÁTICO-PROBATÓRIO: A revista se fez a partir da alegação no sentido de que a condenação em horas extras se deu pela falta de cartões de ponto do período, embora não tenha sido à apresentação intimada, o que violaria os artigos 818/CLT e 333/CPC, além de entrar tal tese em rota de colisão com outras de outros e. Tribunais. Contudo, par e passo àquele argumento, consignou-se no v. acórdão que (fls. 06) ademais a testemunha de folhas 301 confirma a extrapolação de jornada, confirmando inclusive o labor até 21:00 horas, o que empresta à questão contornos fáticos de revisão aqui obstada (E. 126/TST). Agravo de instrumento conhecido e desprovido.

Tribunal TST
Processo AIRR - 1178/1995-033-01-40
Fonte DJ - 18/06/2004
Tópicos horas extras, contexto fático-probatório: a revista.

Cadastre-se gratuitamente para acessar a íntegra deste acórdão  ›