TST - E-RR - 637517/2000


25/jun/2004

VÍNCULO EMPREGATÍCIO. CARACTERIZAÇÃO. COOPERADO. VIOLAÇÃO DO ART. 896 DA CLT. Somente com a alteração da moldura fática delineada nos autos é que se poderia pretender modificar a decisão do Regional. O fato de ter restado provada a existência de labor subordinado, com a intermediação de cooperativa simulada, impede alcançar-se conclusão diversa da esposada pelo colegiado a quo, revelando-se inafastável a incidência do Enunciado nº 126 do TST, no caso concreto. Recurso de embargos não conhecido.

Tribunal TST
Processo E-RR - 637517/2000
Fonte DJ - 25/06/2004
Tópicos vínculo empregatício, caracterização, cooperado.

Cadastre-se gratuitamente para acessar a íntegra deste acórdão  ›