TST - AIRR - 967/2003-921-21-40


25/jun/2004

AGRAVO DE INSTRUMENTO EM RECURSO DE REVISTA. TELEFONISTA. ENQUADRAMENTO. A descrição das funções desenvolvidas pelo Autor e seu enquadramento como telefonista passam necessariamente pelo exame fático, não se permitindo a modificação do julgado, senão com o revolvimento de fatos e provas, circunstância não permitida nesta fase processual, a teor do Enunciado nº 126/TST. Agravo desprovido.

Tribunal TST
Processo AIRR - 967/2003-921-21-40
Fonte DJ - 25/06/2004
Tópicos agravo de instrumento em recurso de revista, telefonista, enquadramento.

Cadastre-se gratuitamente para acessar a íntegra deste acórdão  ›