TST - AIRR - 2373/1999-058-15-00


09/jul/2004

MOTORISTA. TRABALHADOR EXTERNO. Enquadrada a atividade do trabalhador em serviço externo, sem controle e fiscalização do empregador e sem a possibilidade de conhecer-se o tempo realmente dedicado com exclusividade à empresa, não há como se reconhecer o direito a horas suplementares. Agravo de instrumento a que se nega provimento.

Tribunal TST
Processo AIRR - 2373/1999-058-15-00
Fonte DJ - 09/07/2004
Tópicos motorista, trabalhador externo, enquadrada a atividade do.

Cadastre-se gratuitamente para acessar a íntegra deste acórdão  ›