STJ - EREsp 169940 / SC EMBARGOS DE DIVERGENCIA NO RECURSO ESPECIAL 1999/0046399-4


24/fev/2003

PROCESSUAL CIVIL E ADMINISTRATIVO. CORREÇÃO MONETÁRIA. CRUZADOS
NOVOS RETIDOS. MEDIDA PROVISÓRIA Nº 168/90 E LEI Nº 8.024/90.
ENCERRAMENTO DA DISCUSSÃO EM FACE DE DECISÃO DA MATÉRIA PELO SUPREMO
TRIBUNAL FEDERAL. APLICAÇÃO DO BTNF.
1. Sobre a correção monetária dos valores bloqueados nas cadernetas
de poupança, retidos pelo Banco Central, em decorrência da Medida
Provisória nº 168/90, convertida na Lei nº 8.024/90 (Plano Collor),
sempre votei, embora vencido, pela aplicação do Índice de Preços ao
Consumidor - IPC, auferido pela Fundação IBGE, como fator de
atualização da moeda, não aceitando a tese de utilização do BTNF.
2. No entanto, embora tenha o posicionamento acima assinalado,
rendo-me, com a ressalva do meu ponto de vista, à posição assumida
pelo distinto Supremo Tribunal Federal, pelo seu caráter
uniformizador no trato das questões jurídicas no país, quando, em
sede de recursos extraordinários, decidiu, por maioria, que o índice
aplicável para a correção monetária dos cruzados bloqueados pelo
Plano Collor é o BTNF.
3. Registre-se que a Corte Especial deste Tribunal, na Sessão de
24/06/2002, por maioria, entendeu que o índice a ser aplicado é o
BTNF (EREsp nº 168599/PR).
4. Embargos conhecidos, mas rejeitados.

Tribunal STJ
Processo EREsp 169940 / SC EMBARGOS DE DIVERGENCIA NO RECURSO ESPECIAL 1999/0046399-4
Fonte DJ 24.02.2003 p. 175
Tópicos processual civil e administrativo, correção monetária, cruzados novos retidos.

Cadastre-se gratuitamente para acessar a íntegra deste acórdão  ›